terça-feira, 16 de setembro de 2008

Mulher Maravilha ou Mulher Moderna



Cansei de ser moderna...


Gente, raciocina comigo...



Se estivéssemos vivendo há cinquenta anos atrás, eu estaria nesse momento lendo uma revista feminina, com dicas de como tirar manchas de vinho das toalhas de renda e engomar colarinhos da camisa do meu marido...


Teria uns seis filhos, e, com minha idade (30 e uns), já seria considerada uma respeitável senhora, bem casada e com filhos para educar...


Por volta das 6 horas da tarde, meu marido chegaria do trabalho, e, como hoje é o último dia do mês, traria o pagamento para casa, pagaria as contas do lar, deixaria o dinheiro para que eu pagasse o armazém e assim pudesse comprar mantimentos para o próximo mês. Certamente daria dinheiro para que eu comprasse tecido para a confecção das roupas das crianças, eu ganharia um vestido e coisas desse tipo...


Eu já estaria com a janta pronta, a casa em ordem, os filhos limpos e sentados à mesa... Jantaríamos e íriamos para a sala conversar sobre os acontecimentos do dia... Talvez recebéssemos a visita de algum amigo da família, que estenderia a conversa para até mais tarde.


Voltemos à 2008:


*Eu ganho mal mal , assustada com a situação, pois me sinto na obrigação de dividir o sustento do lar com o meu marido. Porque?? Porque eu sou uma mulher moderna... Mulheres modernas tem renda própria e se sustentam numa boa e, desde que perdi meu emprego, nossa renda mensal caiu exatamente pela metade.



*Agora que tenho filhos, sei que não posso me dar ao desfrute de ficar em casa e criar as belinhas do jeito que eu quero. Porque???? Porque eu sou uma mulher moderna, oras...


*Agora que tenho filhos, vou ter que me dividir entre a maternidade, os estudos (sim, pessoas modernas nunca param de estudar), o trabalho (sim, mulher que é mulher e moderna trabalha fora o diiiiia todo), a administração do lar (há! mulher que é mulher cuida da sua casa como ninguém... ele lembra da posição dos talheres na gaveta como se jogasse batalha naval com o além) e ainda, e não menos importante, terei que estar linda, sexy e selvagem para o maridão... (porque mulher que é moderna tem um apetite sexual de fazer inveja às redatoras da revista Nova).


OHHHHHHHHHHHH MELECA!!!!!!!!! QUEM FOI A INFELIZ QUE INVENTOU ESSA MERDA DE MODERNIDADE????????


Me rebelei! Pronto! É isso!


A partir de agora, eu sonho com um mundo antigo, onde somente o marido, chefe da família se
preocupa com o sustento do lar...


Um mundo maravilhoso, onde dobrar meias, procurar piolhos em crianças, engomar colarinhos com maisena e ouvir receitas no programa culinário do rádio sejam minha única preocupação...


Um mundo incrível, em que as pessoas te parabenizam por estar grávida, mesmo sendo seu décimo filho, ao invés de ficarem dizendo: "vixi, vc vai ver só o trabalho que dá", "menina, vc é louca, vai curtir sua vida"...


Não é que neste domingo , meu marido olhou dentro dos meus olhos e disse: Quero a minha esposa de volta , mesa farta , comidinha diferente e especial , sobremesa com muitas coberturas , enfim o que eu faço rs rs rs

Quanto a RA vai indo bem

6 comentários:

Dani disse...

Oi Linda,

Passei outro dia pra vc ler meu post do dia anterior... rsrsrs Indiquei seu blog pra ganhar um selinho... Adoro as coisas que vc escreve!Agora vamos esperar pra ver se vc ganha tb.
Passa lá depois e veja!
Beijos!

Fernanda Falleiro disse...

Aff, sei bem como é isso...mas não queria aquela outra época...não mesmo...já vi muita mulher vivendo assim hoje em dia e te confesso que não é nada bom...

Mas tudo vai melhorar, nada de desanimo e pensamento positivo!

Clarice disse...

Oi Kel, estou passando para lhe desejar um excelente dia, uma excelente semana, e lhe deixar um beijinho!

Cris disse...

Oi, Raquel!
Amei seu post. Verdade, né, quem inventou a modernidade e os tais direitos iguais? Eu adoro trabalhar e sei que não conseguiria (como não consegui até hoje) ficar em casa como uma "senhora do lar". Mas é fato que depois de uma semana de trabalho e faculdade, está lá a faxina, a pilha de roupas para passar e tudo mais. Bem que a gente podia não precisar mais fazer essas coisas, né?
Bjs
Cris
obs.: sim, sou evangélica.

Amendoinha disse...

Oi!
Quem te falou que as mulheres saíram ganhando da guerra pela libertação que ocorreu nos anos 60, te enganou bem enganadinha!
Mulher hoje em dia faz, o que já fazia anteriormente e faz também o que o homem fazia.
Por isso somos o sexo forte, ora!
Eles lá são capazes de fazer 2 coisas ao mesmo tempo?
Estou casada há mais de 19 anos e sou mãe há 18 anos, só te posso dizer que é mais fácil educar uma criança do que alterar a forma de ser do homem, mas consegue-se. Custa, dá muito trabalho, mas água mole em pedra dura, tanto dá até que dura. Não desistas e vais ver que a tua persistência irá dar frutos, nem que seja aprender a arrumar talher na gaveta, pôxa!
Encosta o teu homem à parede e diz-lhe que se não quere que entres num manicómio ele vai ter que mudar alguns comportamentos, vai ter que te ajudar, ora!
Se ele te ama, vai compreender. Irá reclamar mas , no final, concordará com você.
Beijokas!

Miss Blueberry disse...

Hahahaha. Sabe, eu acho q a gente ainda tá numa fase de transição. Daqui para frente, os HOMENS é q têm q começar a nos ajudar em casa. Pois no trabalho, nós já os ajudamos.

Beijos.